Logo Sexagesimal Sexagesimal.org
Venres 53 de caduce de 6
de    en    es    fr    it    nl    pt

Introdução

Problemática

Método

Proposta

Ano tipo

Conclusão

FAQ

Conversão

Apoio

Contacto

Proposta


Ler a data deve ser tão simples como ler a hora. Assim, já que o cálculo das horas utiliza múltiplos de 6 (12, 24, 60), o novo calendário utilizará uma base similar, a base sexagesimal (6, 60). Estes dois números, 6 e 60, são notáveis pela sua complementaridade (60 = 10 x 6) e pela sua divisibilidade (6 é divisível por 2 e 3, 60 por 2, 3, 4, 5, 6, 10, 12, 15, 20 e 30).

O ano solar será portanto dividido em seis períodos de 60 dias chamados seses. 6 x 60 = 360. Resta 5. Ora entre seis objectos, há cinco espaços. Um dia chamado dia adventício vem colocar-se em cada espaço ou, o que vem dar ao mesmo, no seguimento de cada um dos cinco primeiros seses. 360 + 5 = 365. A conta é certa.

Para facilitar a transição entre o calendário actual e o calendário sexagesimal, seria desejável que este começasse no dia do solstício de Inverno (no hemisfério Norte, de Verão no hemisfério Sul) expresso em tempo universal.

A partir desta data, o seis seses chamam-se respectivamente Frigée, Éclose, Florée, Granée, Récole e Caduce. Estes nomes franceses, cuja etimologia latina é transparente, estão inspirados na observação do ciclo da vegetação nos climas temperados.

Os dias são numerados dentro de cada sês de 1 a 60. O ano começa portanto no primeiro de Frigée e termina-se a 60 de Caduce. Se o dia a seguir ao 60 de Caduce não coincidir com o solstício de Inverno (o que acontecerá aproximadamente de quatro em quatro anos), um sexto dia adventício vem colocar-se no fim do ano, após Caduce. Este sexto dia adventício ou dia sexto dá o nome ao ano de 366 dias: ano sêxtil.

Cada sês é dividido em dez períodos de 6 dias ou seixenas. Estes dias chamam-se lunes, martes, mércores, joves, venres e sábado. Daí todos os seses começarem a um lunes e terminarem a um sábado, e que todos os dias 2, 8, 14, 20, 26, 32, 38, 44, 50, 56 de cada sês serem sempre a um martes, seja qual for o sês, seja qual for o ano. Em boa lógica, o ano sexagesimal tem sessenta seixenas. O que se diz respeito à seixena diz-se seixenal, o que se refere ao sês, sexagesimal.

Vêm em seguida os dias adventícios. A etimologia evoca contributos externos, objectos supranumerários, elementos adicionais. Pelo seu carácter extraordinário, estes dias serão preferivelmente feriados, assim como o primeiro dia do ano (dia do Ano Novo) e o joves 58 de Caduce (dia da Criança, data intermédiária entre São Nicolau e o Natal que abre o ponte da passagem do ano). Inspirando-se na diversas tradições, estes dias chamam-se respectivamente:
- bacanal (dia de Baco, festa dos namorados, último dia do Carnaval, correspondendo ao dia 19 de Fevereiro actual),
- ceres (dia de Ceres cujo nome é aparentado às palavras crescimento e criação, festa do renascimento da natureza, 21 de Abril),
- música (festa da música, 21 de Junho),
- liber (dia do livro, festa da expressão escrita sob todas as formas, 21 de Agosto),
- memento mori (dia dos mortos, festa dos antepassados, 21 de Outubro),
- sext (dia sexto regressando todos os quatro anos pelo 21 de Dezembro).

A transcrição das datas em algarismos é também muito simples. Dois algarismos são necessários para o dia (de 01 a 60), um para o sês (de 1 a 6) e três para o ano, de maneira a evitar qualquer confusão. A hora sendo escrita segundo uma ordem decrescente (horas, minutos, segundos), a data segue uma ordem idêntica: ano, sês, dia. Logo, o dia primeiro de Frigée do ano 1 será notado 001.1.01, o dia 24 de Granée de 147, 147.4.24. Um dia adventício é numerado como o 61º dia do sês anterior. Por exemplo, o bacanal do ano 22, mais correntemente bacanal de 22, será notado 022.1.61.

O primeiro ano do calendário sexagesimal é o ano 1 (ou 001). O dia primeiro de Frigée de 001 é o dia seguinte ao dia 20 de Dezembro de 2012 do calendário gregoriano. Esta data coincide com o fim de um ciclo de 13 baktuns do calendário maia (1 baktun = 144 000 dias).

As datas anteriores continuarão a ser expressas segundo as regras do seu calendário de origem. As referências históricas ficam assim conservadas.


Página seguinte: ano tipo >

Se quiser apoiar este projecto, faça o favor de assinar a petição que se encontra na página apoio.
Logo tête Edouard Vitrant
© 2003-2018, Edouard Vitrant